Vitrine

R$39.00

Sem Maquiagem – o trabalho de um milhão de revendedoras de cosméticos, Ludmila Costhek Abílio

Em seu primeiro livro, a socióloga Ludmila Costhek Abílio, professora da PUC-Campinas, investiga o trabalho de revendedoras de cosméticos da indústria de beleza brasileira. O ponto de partida desse estudo inovador é um exército de aproximadamente 1 milhão de revendedoras (equivalente à população da cidade de Campinas-SP), responsável pelo sucesso comercial de uma das mais importantes e reconhecidas empresas de cosméticos do país, a Natura. Ancorada em um rico estudo de campo, a pesquisadora propõe uma abordagem original sobre o trabalho informal feminino dentro de um segmento denominado Sistema de Vendas Diretas. Além de analisar aspectos da produção e distribuição da empresa e da economia informal, a autora traça o perfil socioeconômico das revendedoras,...

comprar
R$54.00

A Revolução das Mulheres – emancipação feminina na Rússia soviética: artigos, atas panfletos, ensaios, Graziela Schneider Urso (org.)

“Mostrar que no início do século XX as russo-soviéticas alcançaram direitos que ainda nos parecem impossíveis representa uma ameaça à ordem vigente.” – Daniela Lima Em 8 de março de 1917, uma manifestação reuniu, na Rússia, mais de 90 mil mulheres contra o tsar Nicolau II e a participação do país na Primeira Guerra Mundial. O evento, que também exigia melhores condições de trabalho e o fim imediato da fome que se alastrava pelo país, tomou proporções inimagináveis e culminou na chamada Revolução de Fevereiro, um prenúncio da Revolução de Outubro, que derrubou o tsarismo, deu o poder aos sovietes e levou à construção da URSS. Para comemorar o centenário dessa data incendiária, a Boitempo...

comprar
R$46.00

Para Além dos Muros, Joana F. Duarte

“As adolescentes desconstroem a verdade do poder soberano, ainda que por via de precarizações, ao mostrarem que a história é movimento e é constituída também por mulheres. Assim, ingressas no sistema de justiça juvenil mostram que as leis são feitas por homens e para homens, mas não para qualquer homem, bem como o lugar de vítima onde nem todas são passíveis de proteção; mostram o controle do Estado Penal e os desafios para a constituição de um Estado Democrático de...

comprar
R$35.00

O samba serpenteia com o Escravos da Mauá, Caroline Peres Couto

Caroline Couto investiga como o bloco carnavalesco Escravos da Mauá tornou-se um fenômeno que chegou a atrair 20 mil pessoas em seus desfiles e mais de 2 mil nas rodas de samba às sextas-feiras no Largo de São Francisco da Prainha. A autora analisa a relação do bloco e de seus integrantes com a região Portuária do Rio de Janeiro, antes conhecida por sua degradação e...

comprar
R$35.00

Pra tudo começar na quinta-feira: o enredo dos enredos, Fabio Fabato e Luiz Antonio Simas

Este é um trabalho com um recorte temático e espacial: ele versa sobre os enredos das escolas de samba do Rio de Janeiro e os seus criadores. A primeira parte aborda a conexão que existe entre os enredos das agremiações e os respectivos contextos históricos em que foram apresentados. A segunda parte apresenta e analisa a biografia profissional e a contribuição dos maiores carnavalescos, criadores de enredos, para o crescimento e transformação das escolas de samba do Rio de Janeiro desde 1960, quando a influência desses personagens passa a ser decisiva (e polêmica) para os rumos da...

comprar
R$36.00

A Revolução antes da revolução II, Karl Marx

Os textos que apresentamos são os primeiros esforços de Marx e Engels ao afirmar que a verdadeira conquista dos trabalhadores, nas lutas do século 19, não seria a conquista do poder, mas a construção da classe trabalhadora como uma classe, a construção de sua independência, sua autonomia histórica. Neste livro estão: – As lutas de classes na França – O 18 brumário de Luís Bonaparte – A guerra civil na...

comprar
R$25.00

A Revolução antes da revolução I, Friedrich Engels

Engels traça um paralelo entre as lutas camponesas de 1525 com as lutas de 1848 e 1849, principalmente no que se refere à traição da pequena burguesia. Essa obra traz os clássicos: “As guerras camponesas na Alemanha” e “Revolução e contra-revolução na Alemanha”....

comprar
R$26.00

Esquerdismo – a doença infantil do comunismo, V. I. Lenin

Esquerdismo: doença infantil do comunismo, escrito e publicado em 1920, foi o último livro de V. I. Lenin. A Rússia soviética passava por uma dura guerra civil (1918-1920) levada a cabo pelas forças burguesas e reacionárias – internas e estrangeiras – derrotadas em 1917. No movimento revolucionário internacional, estavam consolidados a falência da Segunda Internacional e o triunfo da estratégia e tática bolchevique na Rússia. E também se viviam as consequências imediatas do fim da Primeira Guerra Mundial, num clima de destruição e reconstrução. Em 1919, Lenin propõe como tática para se fortalecer o movimento revolucionário – e a própria Revolução Russa – a criação da Terceira Internacional, que ficaria conhecida como a Internacional...

comprar
R$30.00

A Origem da família, da propriedade privada e do Estado, de Friedrich Engels

Logo no Prefácio à 4ª edição deste livro [1891], Engels afirma que “o descobrimento da primitiva gens de direito materno como etapa anterior à gens de direito paterno dos povos civilizados, tem, para a história primitiva, a mesma importância que a teoria da evolução de Darwin para a biologia e a teria da mais-valia, enunciada por Marx, para a economia política“. A passagem revela sua rica filiação teórica e seu compromisso com a construção de uma rigorosa síntese dialética desde a origem da família, da propriedade privada e do...

comprar
R$167.00

Dicionário gramsciano (1926-1937), Guido Liguori e Pasquale Voza [capa dura]

A Boitempo Editorial lança Dicionário gramsciano (1926-1937). Escrito por estudiosas e estudiosos de nacionalidades, culturas e áreas diversas e organizado por Guido Liguori e Pasquale Voza, a obra reconstrói o sentido das palavras e dos conceitos presentes nos Cadernos do cárcere e nas Cartas do cárcere. São mais de 600 verbetes que visam divulgar com precisão o pensamento de um dos maiores teóricos marxistas da modernidade....

comprar
R$37.90

A resistência, de Julián Fuks

“Meu irmão é adotado, mas não posso e não quero dizer que meu irmão é adotado.”, escreve, logo na primeira linha, Sebastián, narrador deste romance. Como em diversas obras que tematizam a Guerra Suja — o regime de terror inaugurado em 1976 na Argentina —, A resistência envereda pela memória pessoal e nacional. Sebastién é o filho mais novo, e seu irmão adotado, o primogênito de um casal de psicanalistas argentinos que logo buscarão exílio no Brasil. Os pais conhecem bem as teorias sobre filhos adotados e biológicos (Winnicott, em especial), mas a vida é diferente da bibliografia especializada. Cabe então ao narrador o exame desse passado violento e a reescritura do enredo...

comprar
R$52.00

As contradições do lulismo – a que ponto chegamos?, André Singer e Isabel Loureiro

Desdobrando as análises de André Singer sobre o “lulismo”, o livro busca incorporar uma avaliação sobre o “ensaio desenvolvimentista” tentado pelo governo Dilma no marco do pós crise internacional de 2008 e oferecer uma interpretação original sobre o saldo do percurso lulista desde a vitória do PT nas eleições presidenciais de 2002 no contexto mais amplo da experiência modernizadora...

comprar
R$125.00

Dicionário gramsciano (1926-1937), Guido Liguori e Pasquale Voza [brochura]

A Boitempo Editorial lança Dicionário gramsciano (1926-1937). Escrito por estudiosas e estudiosos de nacionalidades, culturas e áreas diversas e organizado por Guido Liguori e Pasquale Voza, a obra reconstrói o sentido das palavras e dos conceitos presentes nos Cadernos do cárcere e nas Cartas do cárcere. São mais de 600 verbetes que visam divulgar com precisão o pensamento de um dos maiores teóricos marxistas da...

comprar
R$29.00

Os Despossuídos, Karl Marx

Os Despossuídos debates sobre a lei referente ao furto de madeira Karl Marx A obra reúne artigos de Karl Marx que, já em 1842, tratavam do direito sobre o uso da terra, uma questão fundamental (embora cercada de polêmicas) comum às grandes experiências socialistas. É imbuído da noção de que o primeiro roubo se dá com a primeira apropriação privada que Marx, à época um jovem de 24 anos, recém-doutorado em filosofia na Universidade de Jena, iniciou suas colaborações ao periódico Gazeta Renana, do qual mais tarde se tornaria redator. Essa primeira série de artigos tratava da análise crítica das discussões ocorridas na Sexta Assembleia Provincial Renana, no ano de 1841, e levantava temas...

comprar
R$22.00

Uma Epopeia Brasileira – a Coluna Prestes, Anita Leocadia Prestes

Episódio mais importante da saga dos “tenentes”, a Coluna Prestes marcou a década de 1920. Inspirados nos ideais liberais de “representação e justiça”, os “tenentes” batiam-se pelo voto secreto e pela moralização dos costumes políticos, corrompidos pelo domínio oligárquico em vigor durante a República Velha. A Coluna Prestes – o momento culminante  do tenetismo – reuniu um exército guerrilheiro de aproximadamente 1,5 mil homens e mulheres, comandados por uma dúzia de oficiais do Exército e da Força Pública de São Paulo, entre os quais se destacava Luiz Carlos Prestes. A Coluna percorreu 25 mil quilômetros através de 13 Estados do Brasil, derrotando 18 generais governistas, sem jamais ter sido desbaratada, apesar do enorme poderio bélico mobilizado contra...

comprar
R$30.00

Luiz Carlos Prestes – o combate por um partido revolucionário (1958-1990), Anita Leocadia Prestes

Dando prosseguimento às pesquisas que vem empreendendo sobre o papel de Luiz Carlos Prestes na elaboração e na aplicação das políticas do PCB em diferentes momentos de sua trajetória, a professora Anita Leocadia Prestes apresenta, neste livro, os resultados da investigação histórica da atuação política de Prestes, a partir da aprovação da Declaração de Março de 1958, pelo Comitê Central do PCB, até o seu falecimento em 1990. O leitor poderá acompanhar as vicissitudes enfrentadas pelo PCB, a partir da superação em sua direção dos reflexos da crise desencadeada pela denúncia do chamado “stalinismo” no XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética, crise que abalou o movimento comunista internacional nos anos 1956/1957. Com...

comprar
R$36.00

O Comunista Que Não Deixou Rastros, Evandro Rodrigues de Brito

Letelba Rodrigues de Britto foi um advogado com notável atuação no foro do Rio de Janeiro durante os anos 1950-70. Comunista, tornou-se ativo participante da vida política do país na condição de advogado da direção do PCB. Destacou-se como ativista do Movimento pela Paz, no seio do qual estendeu sua ação ao plano internacional. Além de defender o próprio Partido da perseguição política e judicial de que era alvo, foi advogado em especial de Luis Carlos Prestes, mas defendeu também Marighela e outros destacados dirigentes comunistas, dos quais tornou-se amigo. Tornou-se amigo também de Jorge Amado, Portinari e outros personagens que marcaram a vida intelectual e artística do país na época.   Além de...

comprar
R$44.90

Calendário Mafalda

Calendário ilustrado de parede. Com poster central e Cartela de adesivos.

comprar
R$44.90

Calendário Antiprincesas

Calendário ilustrado de parede. Com poster central e Cartela de adesivos.

comprar
R$27.00

Antiprincesas: Frida Kahlo

Decidimos nos aventurar e conhecer um pouco sobre grandes mulheres e homens da nossa história. E começamos por uma das muitas mulheres que não se conformaram em fazer o que esperavam delas. Por isto Frida Kahlo é nossa primeira antiprincesa (ou princesa asteca, talvez): uma mulher que mostrou o corpo embora fosse manca, que pintou em uma tela os momentos mais tristes e mais felizes de sua vida, que, apesar de todos os seus sofrimentos físicos, procurou a arte, a alegria e lutou pelo bem do mundo não só para ela, mas também para muitas outras pessoas… Para menin@s de 4 a 100...

comprar