Livraria Antonio Gramsci

   Boletim

 

17 de janeiro de 2014

Cid Benjamin lança "Gracias a la vida - memórias de um militante" dia 28/01, na Livraria Antonio Gramsci

Cid Benjamin lança "Gracias a la vida - memórias de um militante" dia 28/01, na Livraria Antonio Gramsci

O jornalista Cid Benjamin lançará seu livro “Gracias a la vida – Memórias de um militante” na quinta-feira, 28 de janeiro, às 18h30, na Livraria Antonio Gramsci. Dirigente do segundo Movimento Revolucionário 8 de outubro (MR-8), Cid recorda histórias vividas durante a resistência à ditadura civil-militar. A luta armada, da qual participou ativamente, a prisão e a clandestinidade dividem espaço com uma reflexão crítica sobre a política e sobre a esquerda. No prefácio, o jornalista Milton Temer aponta que a obra é mais do que autobiográfica: é “fundamental para o conhecimento do que se passou em nosso país e do que foi a vida no exílio de uma geração de brasileiros que não se dobrou ao assalto às instituições republicanas no golpe de 1964”. O livro, que saiu no final do ano pela editora José Olympio e custa R$ 35. Em julho de 2013, Cid participou da série de entrevistas Quintas Resistentes, na Livraria Antonio Gramsci, um projeto que registrou a memória do período da ditadura-civil militar sob a ótica de quem viveu a resistência. Na entrevista ele falou um pouco sobre o livro, que ainda estava no prelo. Assista!

Império do Terror: Estados Unidos, ciclos econômicos e guerras no início do Seculo XXI – José Martins

Império do Terror: Estados Unidos, ciclos econômicos e guerras no início do Seculo XXI – José Martins (R$ 25)

Ed. Sundermann

Neste trabalho, o economista José Martins analisa o papel da produção e dos gastos com armas e sua interferência na crise da economia capitalista e nos ciclos econômicos. Aborda como as categorias econômicas e as formas políticas se estruturam dentro da “arquitetura da destruição” que caracteriza a política estadunidense, relacionando a economia com a guerra. O autor não apenas afirma que a economia do imperialismo e a guerra mundial são duas coisas organicamente relacionadas, mas também demonstra com categorias teóricas como se estabelece essa relação. Um trabalho importante para compreender o imperialismo nos dias atuais.

Organização política e política de quadros - Ademar Bogo

Organização política e política de quadros - Ademar Bogo (R$ 18)

Ed. Expressão Popular

A nova ofensiva do capital, com a reestruturação produtiva e as políticas neoliberais, provocou mudanças estruturais na organização do processo produtivo, na composição da sociedade civil e na definição do papel do Estado. O livro de Ademar Bogo traça os desafios colocados às organizações políticas tanto em sua construção orgânica quanto nos elementos que pautam as suas ações táticas no atual período de contrarrevolução no início do século XXI. O papel e a formação dos quadros – coluna vertebral da organização – é um dos principais temas de reflexão abordados na obra.

A urbanização desigual – Milton Santos

A urbanização desigual – Milton Santos (R$ 35)

Edusp

Mesmo tendo sido publicado originalmente na década de 1970, a análise de Milton Santos permanece atual. No livro, o geógrafo critica a teorização sobre as cidades feita e imposta pelos intelectuais dos países ricos, oferecendo uma análise comparativa do fenômeno urbano nos dois tipos de países. Analisa a especificidade do fenômeno nos países subdesenvolvidos, contrapondo-se a tese de desenvolvimento em etapas, estuda as questões vinculadas à fecundidade, natalidade e mortalidade para estabelecer as estruturas e os processos socioeconômicos característicos da urbanização subdesenvolvida. Milton Santos estuda o papel das cidades no espaço, tanto nas economias altamente industrializadas como naquelas que se vinculam de modo dependente aos centros hegemônicos do capitalismo.

Trabalhar o mundo - os caminhos do novo internacionalismo operário – Boaventura de Souza Santos (org.)

Trabalhar o mundo - os caminhos do novo internacionalismo operário – Boaventura de Souza Santos (org.) - R$ 60

Civilização Brasileira

Organizado pelo sociólogo Boaventura de Souza Santos, o livro é o quinto volume da coleção “Reinventar a emancipação social: para novos manifestos”, um conjunto de estudos sobre como, em diferentes países, os grupos subalternos se organizam para resistir contra a exclusão social produzida pela globalização neoliberal. Este volume trata das novas formas do conflito capital/trabalho e tem como argumento central a percepção de que hoje já é visível que a solidariedade operária está se reconstruindo de novas formas em diversos setores. Conta com artigos do próprio Boaventura em parceria com Hermes Costa; Edward Webster e Rob Lambert; Francisco de Oliveira; Leonardo Mello e Silva; Roberto Véras; maurício Romero; Gabriele Dietrich e Nalini Nayak; Elísio Estanque e Peter Waterman.

Redes Sociais

Contato
Rua Alcindo Guanabara, 17, térreo, Cinelândia (rua do Amarelinho)
Rio de Janeiro – RJ - CEP 20031-130
Tel. (21) 2220 4623
livraria@piratininga.org.br

 

livrariagramsci.com.br