Vitrine

R$30.00

O RIO QUE QUEREMOS: propostas para uma cidade inclusiva – Theófilo Rodrigues (org.)

“Não há muitas dúvidas de que o peso de ter sido a capital do Brasil por quase duzentos anos deixou sua marca no Rio de Janeiro. Cidade onde todos pensam a questão nacional e internacional, como atestam os títulos de seus principais jornais – O Globo e Jornal do Brasil são exemplos -, durante muitos tempos o Rio deixou de olhar para si mesmo. O Rio que queremos: propostas para uma cidade inclusiva é uma contribuição para a reversão do problema. Trata-se de um debate coletivo construído por 31 autores, entre sociólogos, economistas, cientistas políticos, juristas e historiadores que voltaram seus olhos para temas profundos da cidade. Entre eles um fio comum que costura...

comprar
R$104.90

Um defeito de cor – Ana Maria Gonçalves

Fascinante história de uma africana idosa, cega e à beira da morte, que viaja da África para o Brasil em busca do filho perdido há décadas. Ao longo da travessia, ela vai contando sua vida, marcada por mortes, estupros, violência e escravidão. Inserido em um contexto histórico importante na formação do povo brasileiro e narrado de uma maneira original e pungente, na qual os fatos históricos estão imersos no cotidiano e na vida dos personagens, UM DEFEITO DE COR, de Ana Maria Gonçalves, é um belo romance histórico, de leitura voraz, que prende a atenção do leitor da primeira à última página. Uma saga brasileira que poderia ser comparada ao clássico norte-americano sobre a...

comprar
R$42.00

Dependência e Marxismo: contribuições ao debate crítico latino-americano, Raphael Lana Seabra (Org.)

Nesta coletânea se publica pela primeira vez em português textos essenciais no aprofundamento da teoria marxista da dependência. Somente isso já seria motivo para felicitar este livro, que vem à luz num momento crucial da história latino-americana. Há nele, contudo, mais do que a mera divulgação: existe uma organicidade nos seis textos que o conformam, muito embora tenham sido escritos em diferentes contextos. Tal organicidade fica explícita na apresentação do livro, fruto do trabalho e senso crítico de Raphael Lana Seabra. É dessa linha de continuidade e dos elementos particulares de cada artigo que se pode extrair a vigência político-intelectual da teoria marxista da dependência para a esquerda latino-americana. Fernando Correa Prado Professor da...

comprar
R$54.00

O Dono do Morro – um homem e a batalha pelo Rio, Misha Glenny

A vida de uma cidade é a história de sua gente – de seus intelectuais e comerciantes, de seus trabalhadores, policiais e bandidos. A menos que estes últimos estejam mortos, para o repórter será sempre mais conveniente tratar dos outros. No entanto, em certas sociedades o bandido tem grande força simbólica, e dar as costas a ele é abrir mão do bom trabalho jornalístico. O Dono do Morro toma o caminho difícil ao contar a história de Nem da Rocinha, que está tão vivo quanto o leitor. Em novembro de 2011, ao ser preso, Nem era o criminoso mais procurado do Rio de Janeiro, se não do país. Misha Glenny vai encontrá-lo na prisão,...

comprar
R$35.00

Neoliberalismo, Neodesenvolvimentismo, Socialismo, Claudio Katz

A Editora Expressão Popular a Editora Fundação Perseu Abramo apresentam o livro de Claudio Katz, Neoliberalismo, neodesenvolvimentismo, socialismo. O desenvolvimento do capitalismo na América Latina tem como marca principal a sua dependência com relação às potências imperialistas, principalmente os EUA. Na segunda metade do século XX, as burguesias internas de diferentes países desta região – coligadas com a burguesia internacional – juntamente com setores das Forças Armadas impuseram ditaduras à suas populações. Seu principal objetivo era garantir as taxas de lucro dos capitalistas e a dependência política e econômica com relação à principal potência mundial. Nos anos 1980, a experiência da dituradura no Chile foi o laborátorio de aplicação do neoliberalismo, nova forma de...

comprar
R$10.00

Testemunhos da Utopia, Pepe Mujica, Papa Francisco, Hugo Chávez e Angela Davis

A palavra “Utopia” tanto pode significar uma sociedade imaginária, não existente, quanto um sonho desejado, algo que se tem esperança de alcançar. Ela tem este sentido de uma sociedade melhor do que a que vivemos, mais justa e igualitária; ao mesmo tempo que a sua busca nos motiva a seguir caminhando. Este livro reúne quatro testemunhos de pessoas que avaliam que uma sociedade mais justa, igualitária e fraterna não pode estar infinitamente distante no horizonte, ela deve ser construída. Desde agora. Portanto, além da mística em construir uma nova sociedade, eles estão carregados de prática, da ação concreta, para realizá-la. A preocupação central de Pepe Mujica, Papa Francisco, Hugo Chávez e Angela Davis nos...

comprar
R$43.00

Imagens de pensamento – Sobre o haxixe e outras drogas, Walter Benjamin

Uma das afirmações mais conhecidas de Benjamin talvez seja a de que saber orientar-se numa cidade não significa muito, mas perder-se requer instrução. Entre caminhadas e passeios por espaços diversos, o autor berlinense oferece, nos textos aqui reunidos, não apenas a deambulação de um flâneur destituído de mapa, mas também muito do seu próprio método de trabalho: as imagens de pensamento (Denkbild), que estão presentes nas percepções, nos relatos, nas visões e, sobretudo, nas análises inquiridoras acerca da atmosfera intelectual de uma Europa ameaçada por severas contradições políticas. Moscou surge em seus apontamentos diarísticos como um labirinto, cheia de armadilhas, silenciosa e invernal. Benjamin aponta como o Estado sonhado por Lênin é instrumentalizado, de...

comprar
R$37.00

Rua de mão única – Infância berlinense: 1900, Walter Benjamin

Um livro-rua, um livro-cidade Rua de mão única é uma coletânea de aforismos e fragmentos em que Benjamin parte de temas pouco convencionais num livro de filosofia, como sonhos pessoais, cartazes, monumentos, praças, galerias, etc. Seu objetivo é bastante singular: criar uma filosofia a partir de observações sobre as ruas da cidade e sobre os caminhos da lembrança e do pensamento. Um “bazar filosófico”, como ponderou certa vez o filósofo e amigo Ernst Bloch. Infância berlinense: 1900 é o questionamento benjaminiano de suas próprias “lembranças encobridoras” (Freud). Benjamin transforma suas memórias de infância em objeto de análise histórico-social, procurando enfatizar duas coisas que não são típicas em livros de memórias: o quadro político da...

comprar
R$69.00

Revoluções, Michael Löwy (org.)

Em um esforço inédito de compilação, Revoluções reúne os principais registros fotográficos dos processos revolucionários do final do século XIX até a segunda metade do século XX. O livro convida o leitor a percorrer a diversificada experiência das lutas populares por meio de imagens raras, como as fotografias da Comuna de Paris, e clássicas, como as de Lenin e Trotski na Rússia. Para Michael Löwy, organizador da obra, “as fotos de revoluções revelam ao olhar atento do observador uma qualidade mágica, ou profética, que as torna sempre atuais, sempre subversivas. Elas nos falam ao mesmo tempo do passado e de um futuro possível”. Além da documentação iconográfica, os acontecimentos históricos são narrados por intelectuais...

comprar
R$35.00

Baía de Guanabara – descaso e resistência, Emanuel Alencar

Para discutir a situação da Baía de Guanabara, cartão-postal e local das regatas dos Jogos Olímpicos de 2016, o jornalista Emanuel Alencar buscou referências em mais de 30 publicações, entre textos, reportagens e artigos científicos,e em uma dezena de entrevistas de pesquisadores, ativistas ambientais, pescadores, gestores e servidores públicos. O resultado é um livro rico em dados, mapas e informações que demonstram que os Jogos Olímpicos passarão sem deixar aquele que seria seu principal legado, com impacto em diversas áreas (trabalho e renda, saúde, lazer, transporte): o início de fato do processo de despoluição da...

comprar
R$53.00

As Reformas Políticas dos Homens Novos – Brasil Império: 1830-1889, Gizlene Neder

O livro enfoca a história das ideias políticas que fundamentaram as propostas de reformas políticas (política interna e externa) e judiciárias no Brasil imperial, a partir do círculo dos “homens novos”, composto por jovens políticos do Partido Conservador como, José Thomas Nabuco de Araújo (1813-1878), José Maria da Silva Paranhos (Visconde do Rio Branco – 1819-1880) e Francisco Ignácio Carvalho Moreira (Barão de Penedo – 1816-1906). Em sua pesquisa, a autora Gizlene Neder dá maior ênfase às práticas reformistas dos dois primeiros, Nabuco de Araújo e Visconde do Rio Branco, uma vez que a atuação do Barão de Penedo ficou mais restrita à área externa da política imperial. Esses homens novos estiveram amplamente comprometidos...

comprar
R$45.00

Os Condenados da Cidade, Löic Wacquant

Este livro leva o leitor a áreas específicas de dois países avançados: uma é o gueto negro americano e outra, a periferia urbana francesa, mostrando que a marginalidade não é igual em todas as localidades. O mais estranho sobre nisso é que seus mecanismos são genéricos e as formas específicas que assumem se tornam inteligíveis, uma vez que eles são unidos firmemente à matriz histórica de classe, estado e característica local de cada sociedade. Segue que precisamos desenvolver imagens mais complexas e diferenciadas da “maldição da cidade”, se quisermos capturar o seu estado social corretamente e explicar seu destino coletivo em contextos nacionais diferentes. Especificando os diferentes mecanismos causais, modalidades sociais e formas experimentais...

comprar
R$52.00

O Fim do Mundo Como o Concebemos – ciência social para o século XXI, Immanuel Wallerstein

Tradução de The End of the World as We Know It,  com uma apresentação especial para a edição brasileira. Obra de valor inquestionável e leitura indispensável para todos aqueles que se interessam em uma avaliação do significado dos fatos mais importantes das últimas décadas. Elabora um diagnóstico da crise atual do sistema capitalista e o apresenta em estado de “crise terminal”. Inquietante, o pensamento de Wallerstein nos dá motivos suficientes para profundas reflexões e questionamentos. O livro ainda conta com o texto inédito de Luis Fernando Verissimo, que curiosamente intitula Immanuel Wallerstein de “autor-trampolim”: “Há muitos autores que valem mais pelos pensamentos que provocam, ou pela maneira inédita de pensar que exemplificam, do que...

comprar
R$48.00

Antônio Gramsci – do Liberalismo ao “comunismo crítico”, Domenico Losurdo

“Com a acuidade investigativa que lhe é peculiar no trato com a história das ideias, Domenico Losurdo reconstrói neste livro, magistralmente, o processo de formação da personalidade política e intelectual de Antonio Gramsci. Como em outros notáveis estudos, aqui volta a mostrar que, para compreender um autor, é necessário conhecer profundamente o contexto histórico-político-cultural com o qual está envolvido. Assim, em contraste com o clima das primeiras décadas do século XX, dominado pela exaltação da guerra, o colonialismo e a superioridade racial, Losurdo faz emergir as corajosas posições de Gramsci, o acerto das suas ideias e a elaboração de uma nova visão socialista do mundo. Analisa o progressivo deslocamento de Gramsci da esfera de...

comprar
R$64.00

A América Latina e Sua Criminologia, Rosa del Olmo

Coleção Pensamento Criminológico – volume 9   A América Latina e sua criminologia, de Rosa del Olmo. Uma das maiores figuras intelectuais da consciência crítica jurídica da América Latina, Rosa del Olmo tenta definir como surgiu e se desenvolveu a criminologia no continente. Nesta obra, a autora compromete a contribuir para a reconstrução histórica e desmistificar a forma como tem sido definida, estudada e controlada a nossa criminalidade, caracterizada por aceitar uma série de mitos científicos que dirigem nossa atenção a esse setor tão explorado e vulnerável dentro das sociedades latino-americanas, ignorando toda uma série de fatos e de pessoas em nosso contexto histórico, que também formam parte de nossa criminalidade, mas que escapam...

comprar
R$55.00

O Pensamento Criminológico – volume I: uma análise crítica, Roberto Bergalli e Juan Ramírez

Coleção Pensamento Criminológico nº 21: O pensamento criminológico – volumes I e II: “Uma análise crítica” e “ Estado e Controle” A Revan entrega às livrarias O pensamento criminológico, de Roberto Bergalli e Juan Bustos, composto de dois tomos: “Uma análise crítica” e “ Estado e Controle”. Na obra, os autores descrevem de forma completa o processo de nascimento da Criminologia, relacionando-a com o Direito Penal e a Política Criminal, e descrevendo a evolução das ideias sociais em torno dela, como o Iluminismo e o Pensamento Positivista. Além disso, são trabalhados os principais temas da Criminologia atual, como a ideologia do controle e o controle da ideologia (Estado e controle), os diversos tipos de...

comprar
R$66.00

Crime de Colarinho Branco, Edwin H. Sutherland

Lançado em 1949, o famoso livro “Crime de colarinho branco”, escrito por Edwin Hardin Sutherland, foi uma verdadeira revelação na época, pois congregava dados recolhidos ao longo de 17 anos sobre as práticas criminosas realizadas por 70 das maiores empresas norte-americanas. Censurado antes da sua primeira publicação, a obra é agora publicada pela primeira vez em no Brasil pela Editora Revan, numa versão sem cortes, que expõe a identidade de todas as empresas envolvidas com crimes que ultrapassam a natureza...

comprar
R$38.00

A Privatização de Presídios: uma ressocialização perversa, José Adaumir da silva

O tema foi objeto da pesquisa de mestrado do autor, aborda a privatização de presídios no Brasil e o modelo alternativo de gestão prisional que se pretende implantar através de parcerias público-privadas. Analisa, à luz da criminologia crítica, que esse modelo não resolve a questão penitenciária do Brasil e só atende  ao interesse...

comprar
R$48.00

Quem Lucra com as Prisões – o negócio do grande encarceramento, Tara Herivel

“…Iniciando-se pelos proprietários das companhias de gestão de presídios privatizados e se estendendo por uma gama de indústrias um tanto esotéricas – dos fabricantes de, companhias de treinamento antirrebelião, empresas de assistência médica a políticos, advogados e banqueiros que estruturam os acordos para a construção de novas prisões – , um diversificado grupo de interesses perversamente motivados se aglutina para sustentar e lucrar com o aprisionamento em massa.”   Sistema perverso Antônio Castellar       Ao longo deste livro, a lógica das prisões-empresas é mostrada em detalhe como uma política de Estado nos EUA. Mostra-se para quem vai o lucro, em detrimento da população pobre e não branca, historicamente excluída nos EUA. A...

comprar
R$79.00

Epistemologias do Sul, Boaventura de Sousa Santos, Maria Paula

Por que razão, nos dois últimos séculos, a epistemologia dominante eliminou da reflexão epistemológica o contexto cultural e político da produção e reprodução do conhecimento? Quais as consequências desta descontextualização?São hoje possíveis outras epistemologias? Este livro procura dar resposta a estas perguntas. Não se confirmando à mera crítica, propõe uma alternativa, genericamente designada por Epistemologias do Sul. Trata-se do conjunto de intervenções epistemológicas que denunciam a supressão dos saberes levada a cabo, ao longo dos últimos séculos, pela norma epistemológica dominante, valorizam os saberes que resistiram com êxito e as reflexões que estes têm produzido e investigam as condições de um diálogo horizontal entre conhecimentos. A esse diálogo entre saberes chamamos ecologias de...

comprar